Primeiro negócio? Veja 7 dicas

O mercado mudou. E o número de empreendedores está crescendo cada vez mais. Com a crise econômica, muitos encontraram no empreendedorismo a solução para voltar ao trabalho. Só que empreender não é tão simples quanto criar um CNPJ. E muitos negócios acabam não durando por causa de alguns erros. Hoje em dia a longevidade dos negócios está em constante queda: de acordo com uma pesquisa da consultoria McKinsey, em 1955, a expectativa de vida de uma empresa era de 60 anos. Em 1980, caiu pela metade, 30 anos. Agora, não passa de 15 anos. (Fonte: Portal Empreendedores)
Selecionamos 7 dicas para quem está ingressando no mundo do empreendedorismo (e não quer cair na estatística dos negócios que duram apenas 15 anos). Veja:

1. Conheça muito bem o seu produto: e tenha a certeza de que ele é bom e que será uma solução para seus clientes. Preparação é fundamental.

2. Conheça também o seu mercado, o seu público. Para quem você vai vender? Onde você vai encontrar essas pessoas? Como vai atraí-las a contratar seu serviço ou comprar o que você está vendendo? Nesse caso, a pesquisa é fundamental.

3. Atualize-se: não tem problema se você saiu da faculdade há vários anos e agora decidiu empreender. Sempre é tempo de voltar a estudar (o que nunca deveria parar de ser feito). Faça cursos, vá a palestras (há várias opções, inclusive, gratuitas), leia livros sobre empreendedorismo e sites que falam sobre o tema. Conhecimento é tudo.

4. Planeje: quais os seus objetivos com a abertura desse negócio. Tenha foco e prepare as estratégias para alcançar seus objetivos.

5. Cerque-se de pessoas competentes: se decidir ter um sócio, escolha-o bem. Funcionários também. Assim como fornecedores. Todas as pessoas que vão te acompanhar nessa caminhada do empreendedorismo precisam ser qualificadas se você quiser se sair bem.

6. Seja organizado. Se você não é, saiba que para empreender precisará aprender a ter organização. Ou seu negócio não irá bem. As finanças, especialmente, deverão ser extremamente organizadas. Acompanhe o fluxo de caixa todo dia e nunca misture contas pessoais e profissionais.

7. Persista! Você vai ouvir muito “não” para alguns poucos “sim”. Saiba que o caminho de ter um negócio próprio requer bastante resiliência e persistência. Não desista. Ele vale a pena!

Publicado por

marketingcdl

A CDL Caxias é a maior entidade do movimento lojista do Rio Grande do Sul e a está entre as maiores do Brasil em número de associados. É afiliada à CNDL – Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas que congrega 1600 CDL´s e 600 associações comerciais, reunindo 2.200 mil entidades no Brasil e 800 mil pontos de vendas e à FCDL – Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul que reúne 152 CDL´s, 20 associações comerciais e 40 mil pontos de vendas no Estado. O trabalho sério desenvolvido pelos 30 presidentes que já atuaram na entidade ao longo destes 50 anos, diretores e profissionais que participaram da CDL Caxias é respaldado pelas muitas conquistas que a entidade obteve. Uma das mais importantes veio no ano final de 2005, quando a entidade, entre todas as CDLs do país, ganhou o 1º lugar na Categoria Serviços aos Associados na 46ª Convenção Nacional do Comércio Lojista, realizada em Maceió, Alagoas.

Deixe uma resposta